Os Três - Sarah Lotz


Fala galera, resenha novinha pra vocês!
Bem, eu tive muita dificuldade em finalizar a leitura desse livro. De início, era pra ter lido na maratona de inverno (saiba mais aqui), mas, como não tinha me dado muito bem com a narrativa deixei ele pra depois. Acredito que eu tenha recomeçado a leitura dele umas três vezes, sendo que nessa terceira vez foi quando eu insisti e me impus que iria lê-lo. Valeu a pena? Ainda to processando.

Os Três - Quinta-Feira Negra. O dia que nunca será esquecido. O dia em que quatro aviões caem, quase no mesmo instante, em quatro pontos diferentes do mundo.
Há apenas quatro sobreviventes. Três são crianças. Elas emergem dos destroços aparentemente ilesas, mas sofreram uma transformação.
A quarta pessoa é Pamela May Donald, que só vive tempo suficiente para deixar um alerta em seu celular:
Eles estão aqui.
O menino. O menino, vigiem o menino, vigiem as pessoas mortas, ah, meu Deus, elas são tantas... Estão vindo me pegar agora. Vamos todos embora logo. Todos nós. Pastor Len, avise a eles que o menino, não é para ele...
Essa mensagem irá mudar completamente o mundo. 

Os três foi lançado aqui no Brasil em 2014 pela Arqueiro e inicialmente fiquei super curiosa pra ler, por causa da sinopse apresentada. Quando iniciei a leitura, dei de cara com um estilo que eu não estou acostumada a ler, afinal, o livro é todo composto por relatos. Ele é uma compilação de declarações das pessoas próximas aos que sobreviveram aos acidentes.


Ele começa logo nos apresentando Pamela, que estava indo encontrar Joanie, sua filha, que havia ido morar no Japão. Pamela não era uma pessoa muito acostumada à viagens e mesmo com todos os contras, ela embarcou no avião. E é aí que temos o início da trama. Como a própria sinopse do livro nos diz, Pamela deixa uma mensagem em seu celular, o que gera muita confusão ao longo do livo. 

No início, pela minha falta de costume com o tipo da narrativa, senti que a leitura não fluia, tive que me forçar constantemente a prosseguir, mas isso mudou quando fui chegando nas últimas 150 páginas, mais ou menos. O suspense começou a aumentar, eu fui ficando cada vez mais curiosa para saber o que acontecia com cada um dos envolvidos, com cada um que Elspeth, a escritora, entrou em contato, com cada pessoa que deixou seu relato no livro.
Mesmo que o livro gire em torno de uma grande tragédia, cada lugar tem uma história específica, mas todas elas se conectam, mesmo que involuntariamente. Ali é abordado assuntos polêmicos, trazendo problemas reais para trafegar no meio daquilo tudo. A gente consegue acompanhar como pessoas diferentes conseguem lidar com a perda de entes queridos e como outras lidam com certos assuntos que ainda são tabus, mesmo sendo coisas naturais.


Resumindo, eu ainda não terminei de processar a história. É um bom livro, não posso negar, a história é interessante, te prende, mas acho que, pelo jeito que foi contada, ela não conseguiu me agradar 100%. Tiveram partes que achei que se estenderam demais e outras que gostaria que tivessem dado mais importância.



É isso galera! Espero que tenham gostado da resenha. Alguém aqui já leu Os Três? O que achou? Deixe aí nos comentários.
Ah, não se esqueça que o Zona está com um canal no youtube hein! Não esquece de dar uma passada lá.


Me encontre nas redes sociais

Compartilhar no Google Plus

Juliara Vasconcelos

Geek por hábito, nerd porque me chamam. Gosta de jogar, mas é noob, adora assistir filmes mas odeia filmes de dramalhão e tem medo dos de terror. Lê fantasia, ficção científica e terror, que é sua maior divergência. Não tem nenhuma saga preferida, porque ainda não leu Senhor do Anéis. (Isso mudará em breve)

    Comentários

3 pessoas já comentaram:

  1. Puxa, mas ainda pode melhorar né hehehe Parece divertido mesmo!
    bom final de semana ^^

    Red Behavior

    ResponderExcluir
  2. Bom eu não li o livro mas, pelo que você disse de o livro estar cheio de relatos me leva a crer que é baseado em fatos reais. É isso mesmo?
    Se der visita o meu blog e se possível segue também.
    http://animeseriesforall.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade ele não é baseado em fatos reais não. Até parece ser, por causa desse estilo, mas é tudo ficcional :)
      Obrigada pela visita!

      Excluir

Obrigada por ler e comentar!
Se comentar em anônimo, deixe seu nome!
Comentários ao estilo spam não serão aceitos, então só comente se realmente leu o post! Obrigada pela compreensão ♥