Listas Inusitadas #2 - Os 10 subtítulos mais épicos dos games


Longos dias e belas noites aventureiros! Hoje venho humildemente com a tão aguardada segunda lista inusitada \o/ O tema de hoje são subtítulos, aquelas frases épicas que geralmente vêm acompanhadas nas continuações dos títulos que quase sempre são esquecidos, mas eles estão lá para agregar valor ao produto! Meus amigos me acham maluco por me referir à muitos jogos/filmes/livros pelos subtítulos, e aqui nessa lista vocês irão saber porque. Vamos à eles:

Menções honrosas: 

Onimusha 3: DEMON SIEGE, Dragon Age: INQUISITION, Assassin's Creed: SYNDICATE, Assassin's Creed: BROTHERHOOD, Assassin's Creed: ROGUE, Uncharted 4: A THIEF'S END, Golden Sun: THE LOST AGE, God of War: GHOST OF SPARTA, Metal Gear Solid 2: SONS OF LIBERTY, Metal Gear Solid 4: GUNS OF THE PATRIOTS, Metal Gear Solid V: GROUND ZEROES

10- Killzone: SHADOW FALL



E começamos nossa lista com um subtítulo de um jogo que não é lá o suprassumo da existência, mas ainda assim é divertido e tem um local especial no meu coração pois foi minha primeira aquisição para o PS4. A estréia da série Killzone na nova geração já começa com uma combinação de palavras que eu adoro usar em letras que eu escrevo pra minha banda, Shadow e Fall. Esse subtítulo não faz sentido em grande parte do jogo, sendo que apenas lá pro último capítulo que vem a ser revelado o real sentido dele. (Não vou falar porque senão é spoiler xD). Realmente digno de figurar nessa lista

9- inFamous: FIRST LIGHT



Não chega a ser um jogo, e sim uma DLC standalone (que não precisa do jogo original para ser jogada). O jogo original (inFamous: Second Son) já tem um subtítulo que apesar de não parecer forte já mostra pra que o protagonista veio, porém é a DLC que tem melhor relação com a protagonista. First Light mostra a trajetória de Abigail "Fetch" Walker do momento que descobre seus poderes até ser presa na penitenciária do DUP (Department of Unified Protection). A DLC é praticamente um novo jogo e por esse subtítulo maravilhoso merece a nona colocação.

8- Onimusha 2: SAMURAI'S DESTINY



Onimusha, ou Resident Evil com samurais como foi carinhosamente apelidado, é uma série de jogos que se passa numa versão fictícia do Japão Feudal onde demônios tentam dominar o mundo e samurais com poderes de demônios tentam impedi-los. Apesar da trama clichê a série é boa demais, com combates complicados porém divertidos (porque não seriam? você é um fucking samurai matando demônios!). O segundo jogo recebeu um subtítulo bem marcante, marcando a jornada do protagonista Jubei de encontro ao seu destino para livrar o mundo da presença do maligno Nobunaga Oda.

7- Legacy of Kain: SOUL REAVER



Sim, se você conhecia o jogo pelo subtítulo achando que a série que era nomeada assim, seja bem vindo, está tendo a mesma surpresa que eu tive xD. A série que infelizmente não está recebendo o devido tratamento em sua nova casa, a Square Enix, rendeu jogos muito bons para o PC, PS1 , PS2, Dreamcast e XBox. Mais do que indicar a condição do protagonista Raziel, esse subtítulo carrega todo o peso de uma série bem épica nas costas, responsabilidade digna de figurar em mais essa lista inusitada!

6- Assassin's Creed IV: BLACK FLAG



Piratas invadem as águas dessa lista inusitada e figuram na sexta posição ARGH! O jogo que levou a exploração naval à níveis titânicos junto à uma temática que foge bastante do milenar embate entre Assassinos e Templários para mostrar a ascensão do capitão Edward Kenway durante a Era de Ouro da Pirataria. Subtítulo auto explicativo, casando perfeitamente com a ambientação do jogo, que pra mim até agora é o melhor jogo da série.

5-   The Witcher III: WILD HUNT



Eu confesso, nessa lista foi o único que eu ainda não joguei, mas não por falta de vontade e sim por falta de dinheiro pra comprá-lo, mas espero corrigir isso este ano ainda. Wild Hunt é o nome de um grupo de espectros que aparecem geralmente no inverno do universo criado pelo escritor polonês Andrzej Sapkowski (sim, eu fui no google copiar o nome desse cara). A aparição do Wild Hunt tida como mau agouro, então se por acaso encontrar um grupo de espectros cavalgando com sangue nos olhos ávidos para matar alguém, melhor correr e se abrigar caso o alvo não seja você. Caso seja, bem, foi bom lhe conhecer...

4- The Legend of Zelda: LINK'S AWAKENING



Foi difícil para mim eleger um Zelda para essa lista, visto que praticamente todos os jogos da franquia são acompanhados de subtítulos épicos, mas fiquei com o clássico lançado originalmente para o Game Boy e posteriormente ganhando uma versão para o Super Nintendo. Link's Awakening tem como cenário a ilha de Koholint, e assim como a nossa 10ª posição o subtítulo vai fazer sentido no final. Com  sentido ou não, a epicidade da série está garantida nessa quarta colocação

3- Prince of Persia: WARRIOR WITHIN



Amado por uns, odiado por outros, o segundo título do renascimento da mítica série Prince of Persia no PC e nos consoles da sexta geração (PlayStation 2, Nintendo GameCube e Xbox). Warrior Within nos coloca no controle do Príncipe sem nome (não, não é Dastan o nome dele, esqueça que o nomearam no filme) em sua busca do guerreiro interior para escapar de um terrível destino que o persegue. A trilha sonora ficou por conta do Godsmack, e apesar dos mimimis de fãs e da própria crítica especializada de que "rock não combina com o clima do jogo", a banda mostrou que combina sim e pra mim continua sendo o melhor jogo dessa trilogia.

2- Middle-Earth: SHADOW OF MORDOR



E a medalha de prata fica com o melhor jogo inspirado na obra suprema da literatura fantástica! Sim, eu sei que já o utilizei na primeira lista mas caras, é Tolkien! Um subtítulo digno para traduzir a sensação de se explorar Mordor na pele do guardião Talion. E mais uma vez citando a 10ª posição, possui Shadow, e se tem Shadow já me ganha praticamente de cara xD

1- Metal Gear Solid V: THE PHANTOM PAIN



Segundo a wikipedia, dor fantasma é uma condição médica comum em pessoas com membros amputados, onde elas ainda sentem dores nessas partes do corpo que foram embora. E é exatamente isso que o subtítulo da medalha de ouro quer dizer, porém não apenas referente ao braço que Big Boss perde, mas a dor que ele e o segundo em comando, Kazuhira Miller, sentem pelos camaradas que foram mortos num ataque covarde da Cipher. The Phantom Pain começou com um marketing genial e culminou nesse jogo épico o qual considero até agora o melhor da minha franquia favorita.



E aqui chegamos ao fim de mais essa lista inusitada. Tem algum subtítulo que ache que merecia ser citado? Deixe um comentário! Elogios, críticas e sugestões também são bem vindos! Grande abraço e até a próxima o/


Me encontre nas redes sociais
Compartilhar no Google Plus

Rafael Henrique Ferreira

Game Designer aprendiz, baixista mediano e mago implacável. Amante de RPGs mas tem Metal Gear como série favorita. Busca construir uma máquina para parar o tempo e zerar todos os jogos que comprou na Steam e na PSN.

    Comentários

2 pessoas já comentaram:

  1. Adorei a lista, fiquei mega curiosa com o Jogo da Terra Média!
    Bjs

    http://achadosdamila.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/achadosdamila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mila, que bom que gostou! O Shadow of Mordor tem para PS4, Xbox One, PC, PS3 e X360, mas recomendo que fique longe das duas últimas, os reviews estão bem negativos e com razão. Obrigado pelo feedback!

      Excluir

Obrigada por ler e comentar!
Se comentar em anônimo, deixe seu nome!
Comentários ao estilo spam não serão aceitos, então só comente se realmente leu o post! Obrigada pela compreensão ♥