Zona Cult: O operário


Zona Cult de volta galera!
Preparados para conhecer um filme estranho? Então prossiga com essa humilde resenha.
Pois bem, eu estava querendo assistir esse filme há muito tempo por motivos de: Christian Bale mega magro. Exatamente. Pra quem não está lembrando quem é (uma coisa que eu acho meio impossível de acontecer), foi ele quem estrelou a trilogia Batman do Nolan. Bale é conhecido por ser bem mutável em seus papéis, e por isso ele atiçou minha curiosidade para esse filme. Fui assistir ele (finalmente) sem saber nem da sinopse do bendito.
O Operário é um filme de 2004 do diretor Brad Anderson que conta a história de Trevor, um homem super magro que não dorme há um ano. É, o fato dele não dormir nesse período acabou atingindo sua saúde física e mental. Ele trabalha em uma fábrica de maquinário super pesado, e mesmo estando cercado de gente o tempo inteiro, ele continua se isolando, recusando o convite de seus colegas para sair e tudo o mais. 


O filme já começa com uma cena impactante, afinal, um cara magro daquele jeito, carregando "um corpo" é no mínimo bizarro. Com esse início nós começamos a acompanhar a degradação psicológica dele, principalmente depois de um acidente que acontece na fábrica onde trabalha, que por sinal foi sua culpa. Após esse acidente ele começa a achar que estão conspirando contra ele, por causa do que aconteceu, até que ele finalmente é demitido. Mas isso é só uma parte da história, a parte simples, se posso falar assim.
Talvez eu possa considerar O Operário como um filme forte, por causa dessa degradação que o personagem de Bale vai sofrendo ao longo da trama. Confesso que assisti o filme quase colada na tela do notebook, de tão fissurada que eu fiquei. E devo mencionar a testa franzida também, que esteve presente em 90% do filme, afinal, precisava entender tudo o que estava acontecendo.
Christian Bale está incrível nesse filme, sem dúvida. Com toda a certeza foi um papel bem difícil e ele se entregou totalmente, o que é bem perceptível. O filme conta com cenas fortes, mas não em termos de violência, mas de você sentir a loucura tomando conta do personagem, você sente pena dele e a todo momento eu fiquei tentando adivinhar o que tinha acontecido para ele ficar um ano sem dormir. Óbvio que nos vão sendo dadas pistas do que poderia ter acontecido, mas você ver a cena em si é bem impactante. 


De todo modo foi um excelente filme, me arrependo por ter adiado tanto tempo para assisti-lo. Se você estiver querendo assistir um filme de drama psicológico e queira colocar a mente para trabalhar um pouco, assista, vale super a pena.


Então é isso galera, espero que tenham curtido a indicação! Alguém aí já assistiu esse filme? O que achou? Deixe aí nos comentários!
Ah, e não se esqueça que o Zona está com canal no Youtube! Dá uma conferida aqui e se inscreva!

Me encontre nas redes sociais
Compartilhar no Google Plus

Juliara Vasconcelos

Geek por hábito, nerd porque me chamam. Gosta de jogar, mas é noob, adora assistir filmes mas odeia filmes de dramalhão e tem medo dos de terror. Lê fantasia, ficção científica e terror, que é sua maior divergência. Não tem nenhuma saga preferida, porque ainda não leu Senhor do Anéis. (Isso mudará em breve)

    Comenta aí!

0 pessoas já comentaram:

Postar um comentário

Obrigada por ler e comentar!
Se comentar em anônimo, deixe seu nome!
Comentários ao estilo spam não serão aceitos, então só comente se realmente leu o post! Obrigada pela compreensão ♥