Endgame - O Chamado - James Frey e Nils Johnson-Shelton


Fala galera, Juliara na área com mais uma resenha. Sim, mais uma. A MLI gerou muitos frutos!
O segundo livro lido na maratona foi Endgame | O Chamado, o primeiro de uma trilogia. Bom, pelo que eu pesquisei, não são apenas três livros, mas a história em si ocorre nos três. Mas vamos ao que interessa.

Terra. Agora. Hoje. Amanhã. O Endgame é real. E vai começar. O futuro ainda não está escrito. O que tiver que ser será.
Endgame | O Chamado conta a história de doze jovens, doze jogadores que atendem à um chamado vindo do céu. Um meteorito cai para cada um deles, indicando o início do Endgame. Os doze jogadores vem de linhagens de povos muito antigos e que foram escolhidos para serem treinados, de geração em geração para o dia do Chamado. Para um jovem ser elegível, ele deve ter entre 13 e 20 anos. Alguns são treinados a vida inteira, outros tem treinamento recente.


A partir da queda dos dos meteoritos, os doze jogadores se reúnem na China, para que possa lhes ser passado o primeiro objetivo. Alguns queriam estar ali, outros não, alguns tem jeitos pacíficos, outros não, mas todos são igualmente mortais. Não importa o tempo de treinamento, todos, de uma certa forma, foram treinados para matar. 

Nesse primeiro livro, os jogadores estão atrás da Chave da Terra, que é o primeiro passo para o Evento, que vai começar a mudar o futuro da humanidade. Cada um deles tem habilidades específicas, que vão desde manuseio de armas e agilidade, até o total domínio sobre tecnologias e, acredite ou não, isso é mortal.

A gente não se aprofunda tanto na vida de cada jogador, pois o que interessa na história é a disputa do Endgame. A vida que eles levavam antes não é importante, mas o treinamento que tiveram sim. Temos personagens fortes, personagens que você tem vontade de torcer o pescoço, personagem que você quer abraçar, coisas desse tipo.


O livro tem uma narrativa rápida, tudo acaba acontecendo muito rápido, não tem enrolação e todo mundo está em constante movimento. A divisão de capítulos é feita pelo acompanhamento de cada jogador, pois na reunião que ocorreu na China, cada um recebe uma pista. Eles acabam chegando à mesma conclusão, mas cada um toma um caminho diferente e em cada capítulo nos é mostrado o progresso de cada um deles.

Uma coisa bacana do livro é que ele passa por diversos lugares do globo, inclusive monumentos históricos, alguns deles que eu nem conhecia, como o Pagode do Grande Ganso Selvagem (para deixar claro, é um templo na China), Gobekli Tepe entre outros lugares que eu não ficarei apontando aqui. 


Outra curiosidade relacionada à trilogia Endgame é que, durante toda a leitura, você vê marcações que te levam à links para acessar. Isso tudo faz parte do real Engame. Sim, o Endgame existe, mas não vai matar ninguém, pelo contrário, vai deixar alguém muito bem de vida. No dia do lançamento do livro, foi ao ar um desafio. Quem conseguisse decifrar todas as pistas do livro, levaria US$ 500 mil. Até agora, pelo que vi, ninguém desvendou o mistério, ainda. São 73 links espalhados pelo livro. Eu não consegui acessá-los, até porque não gosto de ficar interrompendo minha leitura e eu iria acabar me atrasando na maratona. Mas pra quem gosta de um desafio, esse é bem bacana.

O segundo livro da série, entitulado Endgame - A Chave do Céu, vai ser lançado no Brasil em outubro desse ano, pela Intrínseca, detentora dos direitos da série.
Bem, não sei se deu pra perceber, mas eu curti muito esse livro. E vou admitir que foi torturante terminar ele, não pela história, mas por não querer terminar e ter que esperar lançar o próximo. Ou seja, atrasei essa leitura de propósito. Mas valeu a pena.


Então é isso galera. Quem aqui já leu Endgame? Gostou da história? Ansioso pelo próximo livro? Responda aí nos comentários e não se esqueça que também tem como comentar pelo Facebook!

Me encontre nas redes sociais
Compartilhar no Google Plus

Juliara Vasconcelos

Geek por hábito, nerd porque me chamam. Gosta de jogar, mas é noob, adora assistir filmes mas odeia filmes de dramalhão e tem medo dos de terror. Lê fantasia, ficção científica e terror, que é sua maior divergência. Não tem nenhuma saga preferida, porque ainda não leu Senhor do Anéis. (Isso mudará em breve)

    Comentários

6 pessoas já comentaram:

  1. Eu acho a capa desse livro incrível, mas nunca soube do que se tratava. Como pude ler com a sua resenha, me lembrou muito Jogos Vorazes, mas achei a narrativa de cada personagem em um capítulo diferente bem interessante! E também adorei o desafio, nunca tinha encontrado isso em outro livro :D

    Beijos,
    http://daniperere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa capa é um luxo! Vale super a pena ler esse livro. Quando tiver a oportunidade, devore-o!
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  2. Não conhecia mas também gostei bastante da capa! Achei a história bem diferente e adoro essa "vibe" de competição, desafios, etc! Fiquei bem curiosa

    Red Behavior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa foi a primeira coisa que me fez querer ler esse livro hahaha.
      A história é super interessante, vale muito a pena ler!
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  3. Eu tô bem afim de ler esse livro. Eu nem sequer linha lido sinopse ou resenha dele, só tô namorando a capa faz um tempão e quando isso acontece é porque vai vir algo incrível (sexto sentido kkkk)
    Btw, eu gostei da resenha (: a história deve ser interessante para caramba o_o

    bjs, Carol | Espilotríssimo
    www.carolespilotro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ter comprado pela capa valeu super a pena Carol! A história é ótima. Leia, leia, leia!
      Beijo e obrigada pela visita :3

      Excluir

Obrigada por ler e comentar!
Se comentar em anônimo, deixe seu nome!
Comentários ao estilo spam não serão aceitos, então só comente se realmente leu o post! Obrigada pela compreensão ♥