Book2Movie: O Retrato de Dorian Gray


Olha quem está de volta!
Isso mesmo, nosso querido Book 2 Movie. Desta vez, essa que vos fala, fez o comparativo do filme O retrato de Dorian Gray de 2009, com o clássico livro homônimo de Oscar Wilde.

Bem, eu li O retrato de Dorian Gray na maratona de inverno, tive dificuldade em ler por causa da linguagem usada, afinal, o livro é um clássico de 1890. O livro utiliza de toda a linguagem de sua época, fazendo com que quem não está acostumado com esse tipo de coisa, no caso eu, arrastar uma leitura que seria rápida, durante uma semana. Pois bem, agora vamos ao que interessa.

Como muitos já devem conhecer, a história é focada em Dorian Gray, que faz um pacto inconsciente, desejando que a pintura feita dele, por Basil, envelhecesse em seu lugar. No início do livro vemos um Dorian tímido, sem muitos amigos, afinal, era um rapaz bem jovem e acabara de perder seu avô. Após conhecer o amigo de Basil, Henry, Dorian é levado à aproveitar sua vida aos extremos, e isso só é possível por causa de sua peculiaridade.


Pois bem, agora vamos ao comparativo. Embora o filme visualmente se encaixe na época ambientada no livro, não podemos falar o mesmo dos personagens. Parte-se do princípio que Dorian não condiz em nada com o ator cotado pra vivê-lo no filme. Sabemos que duas horas de filme não tem como retratar um livro, mas essa obra de Oscar Wilde poderia muito bem ter sido melhor adaptada. Eles deram preferencia em mostrar a parte profana da vida de Dorian, ao invés de focar mais no drama geral apresentado no livro.

Basil é mostrado de forma totalmente avessa ao livro, tirando todo o significado que ele tem na trama, enquanto senti falta da ousadia e dos grandes "conselhos" de Henry. Senti falta dos conflitos internos de Dorian também.



Se eu não tivesse lido o livro, teria aproveitado melhor o filme? Eu realmente não sei. O filme em si não tem muito atrativo, começa com uma cena "forte" para voltar no tempo e explicar o porque dela, coisa que achei desnecessária, além de não gostar tanto quando colocam isso em um filme. Achei que Dorian entendeu o que estava ocorrendo muito rápido e acabaram forçando demais certas coisas na história.

Em resumo, o livro é profundo demais e condiz em nada com a adaptação feita. Mesmo eu tendo demorado tanto para ler e ter me irritado, principalmente com Henry, o livro é infinitamente melhor que o filme. Inclusive, lerei O retrato de Dorian Gray novamente, pra aproveitar melhor a história.


Então é isso galera. Alguém aqui já leu o livro? Ou pelo menos assistiu o filme? O que acharam de ambos? Deixem aí nos comentários suas resposta, e não se esqueçam de que dá para comentar pela Facebook!


Me encontre nas redes sociais
Compartilhar no Google Plus

Juliara Vasconcelos

Geek por hábito, nerd porque me chamam. Gosta de jogar, mas é noob, adora assistir filmes mas odeia filmes de dramalhão e tem medo dos de terror. Lê fantasia, ficção científica e terror, que é sua maior divergência. Não tem nenhuma saga preferida, porque ainda não leu Senhor do Anéis. (Isso mudará em breve)

    Comentários

4 pessoas já comentaram:

  1. Olá! \o/
    Li o livro faz um tempinho, e também sinto que não aproveitei tudo o que deveria. Creio que seja mesmo pela linguagem com a qual eu não estou acostumada. Pretendo relê-lo, porque eu vejo o potencial que a história tem, e gostaria de aproveitá-lo mais.
    Sobre o filme, eu já estava com medo de assisti-lo, e agora esse medo só aumentou! ;-;

    http://eujovemdemais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim! Em breve farei isso, afinal, clássico é clássico né.
      Olha, se for assistir o filme, esqueça a história do livro. Acho que é uma dica valiosa essa hahaha
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  2. Oii, tudo bom?
    Já assisti o filme do Dorian e já vi outras adaptações no cinema em que ele aparecia (tipo a Liga Extraordinária e Penny Dreadful). Sempre fui intrigada por personagens sombrios como Dorian e nem precisa dizer que quando soube que havia um livro fiquei louca pra ler, né? Mas nunca tive oportunidade. Tenho certeza que deve haver muitas versões em pdf, mas não conseguiria ler um livro desses por celular ou e-reader justamente por causa da linguagem, pois quando tenho um livro físico meio que me sinto na obrigação de ler (hello, Consciência, haha). Fiquei mais curiosa ainda pra saber o que acontece no livro com sua resenha, muito boa mesmo, adorei!
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani, tudo certinho.
      Cara, eu não lembrava dele em Liga Extraordinária :o Tenho que confessar que o Dorian de Penny Dreadful me agrada mais do que esse do filme, e realmente, ler uma obra dessas por meios digitais é complicado.
      Esse livro volta e meia entra em promoção no Submarino, aliás, ele é bem curtinho, quando der, leia!
      Obrigada pela visita!

      Excluir

Obrigada por ler e comentar!
Se comentar em anônimo, deixe seu nome!
Comentários ao estilo spam não serão aceitos, então só comente se realmente leu o post! Obrigada pela compreensão ♥