Primeiras impressões: Horizon Zero Dawn


Saudações magos, guerreiros, clérigos e demais classes!

Aqui quem fala é o Rafael, o mais novo colaborador da Zona de Conspiração \o/ Fui convidado pelos digníssimos Juliara e Mayke depois de ameaçar explodir o lar deles com uma bomba de hidrogênio apresentar uma resenha sobre o que foi pra mim (depois do anúncio do Final Fantasy VII Remake *scream like a fangirl*) a maior surpresa da E3 2015, e como eles gostaram da idéia estou aqui para dissertar sobre diversos temas na nossa amada cultura nerd. Como sempre fui muito ligado ao universo dos games e ser formado em Jogos Digitais, falarei sobre...cupcakes churrasco pizzas! jogos \o/ Então sem mais delongas, farei aqui a minha estréia na equipe:



Horizon: Zero Dawn



"We know, we weren't the first ones here..."

E são com essas palavras que uma das surpresas da Sony na E3 2015 começou a ser revelada. O trailer até então misterioso nos leva a uma caverna com pinturas que remetem às dos homens primitivos e um humano parecido com um índio americano carregando uma tocha que revela mais e mais pinturas. Uma voz feminina então começa a contar a história daquele mundo que lentamente é apresentado: uma versão futurista de um planeta que possivelmente é a Terra, onde aparentemente houve um colapso tecnológico e a civilização deixou de existir ("...but a darkness came, and their cities turned to grave."). Com os humanos fora da jogada a natureza passou a tomar conta dos territórios de onde ela foi expulsa por séculos. Então a civilização humana foi ressurgindo nas ruínas da antiga, chamada aqui de "old ones", e uma “nova era primitiva” se instala.



O trailer vai se desenrolando mostrando um pouco da protagonista/narradora chamada Aloy e a sua tribo. Num determinado momento vemos criaturas robóticas parecidas com dinossauros e nossa heroína com o arco em punho se preparando para caçar e sem nenhum corte ou tela de loading, começa o gameplay; logo nos primeiros passos me lembrou de um dos grandes títulos do ano passado: Middle-Earth - Shadows of Mordor. Durante aproximadamente 3 minutos vemos a protagonista andar, correr, se esconder em vegetação, disparar seu arco, uma finalização em stealth e ainda um combate épico contra um robô-dinossauro gigante que apesar de dar trabalho é abatido por Aloy. Após o combate vem o que para mim foi o ponto alto do trailer: a revelação do título do jogo. Eu sempre prezei pelas apresentações de título (Zone of the Enders: The 2nd Runner e Assassin's Creed II que o digam) e a Sony com certeza deixou a mim e a vários gamers empolgados só com a apresentação desse título.


A premissa é muito interessante, ainda que seja parecida com outras tramas pós-apocalípticas, pelo menos para mim, a primeira que aborda a chegada de uma nova civilização surgindo das cinzas da primeira (Assassin's Creed não conta, porque já está estabelecida) e nos levantam muitas perguntas: os humanos originais simplesmente sumiram? Esse planeta é mesmo a Terra? Por que os novos humanos caçam robôs? Se todas vão ser respondidas nesse primeiro título, só no lançamento saberemos, mas até lá, estarei aguardando ansiosamente por Horizon: Zero Dawn.

Horizon: Zero Dawn está sendo desenvolvido pela Guerrilla Games (da série Killzone) e distribuído pela Sony exclusivamente para PS4. A previsão é que chegue em 2016.


Me encontre nas redes sociais



Compartilhar no Google Plus

Rafael Henrique Ferreira

Game Designer aprendiz, baixista mediano e mago implacável. Amante de RPGs mas tem Metal Gear como série favorita. Busca construir uma máquina para parar o tempo e zerar todos os jogos que comprou na Steam e na PSN.

    Comenta aí!

0 pessoas já comentaram:

Postar um comentário

Obrigada por ler e comentar!
Se comentar em anônimo, deixe seu nome!
Comentários ao estilo spam não serão aceitos, então só comente se realmente leu o post! Obrigada pela compreensão ♥