Teorias: Área 51


Saudações reptilianas, jovens gafanhotos!
Mais uma sexta-feira e mais um post sobre teorias totalmente irrelevantes pra nossa vida... ou não.
Hoje, meus amigos, é o dia que perguntarão qual erva que fumei. Vem comigo nessa viagem acerca de um dos maiores ícones da história mundial e menina dos olhos de vários teóricos conceituados em ufologia.
É com muita honra que apresento-lhes a Área 51!


Que diabos é isso, Mayke?

A Área 51 é um dos vários nomes da base militar altamente restrita próxima ao Groom Lake (Lago Groom) no deserto do estado de Nevada, nos Estados Unidos. Coladinha com ela fica a Nevada Test Site, onde o governo faz alguns dos seus testes nucleares.
Pra você, pequeno gafanhoto, ter uma noção do nível de restrição dessa base, sua existência só foi admitida na metade dos anos 1990, mesmo assim com pouquíssimas informações.

Chegou lá e quer usar radares, radiotransmissores ou qualquer outro dispositivo que transmita dados nas frequências mais conhecidas? Pode esquecer, coleguinha. Nada consegue escapar de seus bloqueadores de sinais. Aquele lugar é altamente sigiloso e discreto. O que máximo que você vai conseguir é virar uma peneira humana, isso se os soldados estiverem de bom humor.



O que ela faz?

É aí que a porca torce o rabo, meu amigo.
Segundo documentos da CIA, o Centro Americano de Inteligência, a Área 51 é uma base aérea responsável por testes e construções de aviões. Se formos pesquisar pelo Google Earth, veremos diversos hangares e pistas de pouso. Diversos bombardeiros e caças foram testados por lá. Inclusive o caça F-117A Nighthawk, aposentado em 2008, foi construído e testado na base, sendo o primeiro avião stealth a ser usado na Guerra Fria.
Há relatos também de criação de armas de destruição em massa, com agentes biológicos ou químicos.

Isso, amiguinhos e amiguinhas, é o que as aparências dizem. Agora vamos ao que realmente interessa.


Presença extraterrestre

Quem nunca viu MIB – Homens de Preto, né? Quem nunca imaginou a Terra sendo devastada por criaturas bizarras de outro planeta?
Nada daqueles homenzinhos verdes com raios desintegradores, cabeçudos e com voz fanha. Isso é coisa do imaginário popular, fruto da cultura de ficção científica da década de 1950.
Eu to falando de extraterrestres mesmo, bichos cabulosos de vários braços, gosmentos e pegajosos.

Desde o momento da criação da Área 51, lá pelos meados dos anos 1950, vários moradores dos arredores afirmam ter visto diversos objetos voadores não identificáveis, os famosos OVNIs., sobrevoando o espaço aéreo. Isso não foi confirmado e nem negado pelo governo, deixando o ponto de interrogação na cabeça de muita gente.


Pra piorar, o físico Robert “Bob” Lazar, que supostamente teria trabalhado em alguns setores da Área 51, afirmou que o governo faz testes com tecnologia alienígena. Várias aeronaves revolucionárias foram originadas com engenharia reversa, ao dissecar a ciência de outras civilizações. Uma delas é o caça F-117A, que eu já comentei.

Outro cientista que deu declarações tão cabeludas quanto Chewbacca foi o engenheiro americano Body Bushman, pouco antes de morrer. Ele afirmou que vários biólogos da Área 51 guardam corpos de alienígenas usados para dissecação e outros estão vivos trabalhando em conjunto com os militares, desenvolvendo todas as novas tecnologias utilizadas pelas forças armadas americanas. Sabe aquele filme “Independence Day”, de 1996? Tipo isso.
Suas declarações foram bem contundentes, inclusive, amiguinhos. Graças a sua grande reputação na comunidade internacional e currículo capaz de deixar qualquer um com inveja, muitos ficaram ouriçados com a situação.
Há um vídeo que mostra o engenheiro Bushman com várias fotos desses bichinhos mortos, mas que foi rapidamente desmentido por diversos jornais. De acordo com alguns relatos, essas imagens seriam liberadas vários anos antes e logo o governo decidiu criar um boneco de Halloween idêntico ao da foto e assim descredibilizar futuras declarações.
A dúvida que fica é que como um homem da posição de Body Bushman iria mentir?

Sabe o que mais dá força a esse assunto, jovem gafanhoto? Vários documentos do Arquivo de Segurança Nacional dos EUA revelam que a Área 51 era sim uma zona de observação dessas aeronaves não terrestres. Se você souber inglês e quiser ler, só clicar aqui.

 -----------------------------------------------------------------------------------------
É isso aí, meus jovens e queridos gafanhotos.
Desculpe pela falta de informação, mas é que existe pouquíssima coisa sobre o assunto. Por se tratar de uma base secreta americana, muita coisa é suprimida.
Muito obrigado pelos comentários e elogios, e continuem com o feedback. Se gostaram, avisem, se não gostaram, avisem também. O mais importante é a interação de vocês :D

Até a próxima semana! Fui!

Me encontre nas redes sociais

As imagens desse post foram retiradas do Google
Compartilhar no Google Plus

Mayke Medeiros

Escritor em tempo integral e programador nas horas vagas. Metido a crítico de cinema, científico, literário e especialista em trocadilhos sem sentido.

    Comentários

6 pessoas já comentaram:

  1. Posso contar uma coisa? eu sou extremamente vidrada em historias de alien. Area 51 é uma coisa que acredito e muito.
    Meu sonho é ver algo? inclusive, quando aquele avião da Malasia sumiu fiquei na maior expectativa, dos aliens trazerem ele de volta sei la.
    Mas o dia que voce quiser fazer um clube sobre esse assunto, me convida por favor hahaha
    Follow Cíntia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos dois, Cíntia. hahaha
      É meio impossível acreditar que somos a única espécie inteligente em todo Universo, não faz sentido.
      Se gosta mesmo desse assunto, indico o livro "Eram os Deuses Astronautas", de Erich von Däniken. É bem esotérico, mas faz bastante sentido se pararmos pra analisar bem. Em breve terá um post sobre o livro aqui no blog :D
      Pode deixar que aviso sim. Caso você fizer primeiro, me convide, por favor hahaha

      Abraços!

      Excluir
  2. Muito interessante! E sim, acredito. O que nos leva a pensar que somos os únicos seres viventes nesse universo gigantesco.

    Parabéns pela matéria.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, Lú!
      Seria muita presunção nossa acreditar que somos a única espécie racional no Universo.

      Abraços!

      Excluir
  3. Área 51 é um assunto que me interessa e muito. E não duvido nada sobre a existência de coisas que nem imaginamos por lá. Mas duvido muito que esse mistério seja revelado tão cedo.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de maio. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser revelado caso aconteça alguma catástrofe, como um apocalipse. Aí fica "fácil" invadir e descobrir o que tem lá hahaha

      Abraços!

      Excluir

Obrigada por ler e comentar!
Se comentar em anônimo, deixe seu nome!
Comentários ao estilo spam não serão aceitos, então só comente se realmente leu o post! Obrigada pela compreensão ♥