Bookish Color Week: Vermelho

Fala galera, beleza?
Hoje vim trazer o 2a semana (dia não encaixa muito bem, já que eu to fazendo por semana) da tag Bookish Color Week, que eu lancei há duas semanas. Sim, eu sei que eu to atrasada, mas o meu objetivo é postar essa tag às segundas-feiras, e como segunda passada foi carnaval e eu estava viajando, não rolou.
Enfim, por ser a 2ª semana, a cor é vermelha. Eu fui fuçar meus livros e descobri que eu não tenho um livro vermelho sequer, triste não? Então pra tapar esse buraco, eu escolhi um livro laranja, serve né gente? O livro escolhido foi Laranja Mecânica, do Anthony Burgess.


Acho que todo mundo que lê aqui já ouviu alguma vez esse título, seja relacionado ao livro ou ao filme, o qual eu conheci primeiro. Larana Mecânica é um livro de 1962 e está entre os clássicos obrigatórios da literatura. O título ganhou maior visibilidade depois da adaptação de mesmo nome dirigida por Stanley Kubrick, em 1971. Na época que o filme foi lançado, ele foi considerado mega violento e foi censurado em diversos países. 


Bem, agora vamos à história do livro. Laranja Mecânica nos conta a história de Alex, num futuro totalmente impreciso, que é o líder de uma gangue que se reúne pra cometer todos os tipos de crimes que lhes vem a cabeça. 
Depois de um pequeno deslize de Alex (diga-se de passagem que os outros drugues meio que "arquitetaram" isso), ele é preso e se submete à uma experiência do governo, que promete a reeducação criminosa dele. 
Não são cenas muito confortáveis de se ler, sim, ler, porque o livro é um pouco mais pesado que o filme. Na verdade, pro mundo em que vivemos hoje em dia, o filme é fichinha. 
Nesse livro, Burgess criou um dialeto pros seus adolescente, chamado Nadsat. Se você tentar ler, sem o glossário Nadsat, é capaz de ficar meio perdido. Tem diversas palavras que são totalmente estranhas ao nosso vocabulário, até porque, são palavras que usam o inglês e o russo como base, então já viu né.


Essa edição das fotos é a comemorativa dos 50 anos de lançamento (completos em 2012). É uma edição linda, diga-se de passagem, com algumas ilustrações e vários extras, entre eles o glossário Nadsat, notas sobre a tradução, entrevista com o autor e outras coisas a mais.

Então é isso gente. Algum de vocês já leu Laranja Mecânica? Já assistiu o filme? Acha que nos dias de hoje pode ser retirada alguma lição da história?


Compartilhar no Google Plus

Juliara Vasconcelos

Geek por hábito, nerd porque me chamam. Gosta de jogar, mas é noob, adora assistir filmes mas odeia filmes de dramalhão e tem medo dos de terror. Lê fantasia, ficção científica e terror, que é sua maior divergência. Não tem nenhuma saga preferida, porque ainda não leu Senhor do Anéis. (Isso mudará em breve)

    Comentários

6 pessoas já comentaram:

  1. esse livro é perfeitoooooooo , mas infelizmente eu ainda não comprei essa edição :/
    é linda, não sabia dessa contracapa *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, e se eu te disser que teve uma capa mais linda que essa? A de papel, que eu não sei o nome hahaha. Era toda branquinha com o moloko na frente. Vendeu na Comic Con, fiquei arrasada quando eu vi.

      Excluir
  2. Esse livro e editora são simplesmente sensacionais!
    Também tenho, é uma viagem! <3

    4sphyxi4.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amo esse livro com todas as minhas forças hahaha.

      Excluir
  3. Oie Jú!
    Já li o livro e também assisti ao filme. Esta distopia é fantástica, aliás a única distopia que li diga-se de passagem, por não ser muito fã do gênero. Mas Laranja Mecânica é diferente, ficou em minha mente até hoje. Alex é o tipo de personagem que você não sabe se ama ou odeia rs. Ainda estou tentando descobrir.

    Grande Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lú!
      Pra ser sincera, até hoje foi a única distopia que li também, mas pretendo ler outras, pois acho muito interessante. Eu acho que eu gosto do Alex, ele é um sem noção cativante, sabe? E obviamente, eu prefiro o Alex do livro hahaha.

      Obrigada pela visita! Beijo!

      Excluir

Obrigada por ler e comentar!
Se comentar em anônimo, deixe seu nome!
Comentários ao estilo spam não serão aceitos, então só comente se realmente leu o post! Obrigada pela compreensão ♥